Obrigado pelo seu interesse no projeto F123 (pronunciado F 1 2 3). Esse documento está organizado em seções, para facilitar a navegação direta ao tema de seu interesse. Usuário s de leitores de tela podem encontrar seções com facilidade usando os diferentes níveis de cabeçalhos, de 1 a 6.


0.1 Versão Mais Recente

Se você já conhece o nosso projeto, você pode encontrar a versão mais recente do software aqui. Se deseja saber mais detalhes sobre o Projeto F123, e sua estratégia e objetivos, continue lendo. Aqueles interesados em informações técnicas mais avançadas, podem ler essa página.


1 Introdução

A equipe da F123 Consultoria desenvolveu o F123Light, o computador falante totalmente funcional e mais acessível do mundo para cegos. O objetivo do projeto é melhorar o acesso à educação e ao emprego para cegos por meio do uso de tecnologias competitivas de baixo custo, treinamento e suporte técnico. A estratégia é escalar através do uso de kits de hardware produzidos em massa e de fácil montagem, bem como softwares de código aberto distribuídos livremente e desenvolvidos cooperativamente.

A primeira versão do F123Light será lançada em 2019 e estará disponível em inglês, português do Brasil, espanhol e árabe. Contribuintes do F123Light vêm de países tão variados como a Argélia, Brasil, Egito, Alemanha, Letônia, Rússia, Reino Unido e Estados Unidos. # Definindo o Problema

Melhorar o acesso à educação e oportunidades de emprego para cegos é, como no caso da maioria dos desafios sociais, um problema complexo que envolve uma variedade de fatores sociais, econômicos e tecnológicos. A seguir estão alguns dos problemas que identificamos como importantes e que esperamos resolver por meio de nossa iniciativa F123Light.

1.1 O Custo Tipicamente Alto da Tecnologia Assistiva

A maioria das empresas que desenvolve e comercializa tecnologias assistivas sofisticadas, como software de leitura de tela, é baseada em países desenvolvidos, onde depende em grande parte das compras do governo para sustentar seu trabalho. Como resultado, seu modelo de negócios não é otimizado para acessibilidade, como tende a ser o caso de qualquer corporação que venda principalmente para governos. Por exemplo, o custo do Jaws para Windows, um leitor de tela bastante popular em países desenvolvidos, é de cerca de USD 2.000 por licença.

Além disso, há outros fatores, como a alta complexidade de algumas dessas tecnologias, o alto nível de especialização exigido pelos desenvolvedores e os altos custos de marketing e distribuição para tecnologias assistivas. O alto custo de marketing é particularmente o caso entre os cegos, que tendem a ser amplamente dispersos geograficamente, bem como em todas as classes sociais, etnias, nacionalidades e grupos etários.

Além disso, o custo de produtos de hardware para cegos também tende a ser muito alto, em relação a seus aspectos e características técnicas gerais. A razão para isso parece ser que, além da redução da concorrência devido ao mercado reduzido, o hardware customizado é sempre mais caro quando seu volume de produção é menor do que o dos produtos convencionais. Este é o caso, porque apesar de as pessoas com deficiência serem estimadas em 10 a 15% da população total, dentro desse grupo existe uma grande diversidade. Por exemplo, estima-se que as pessoas cegas representem apenas cerca de dois a três por cento da população total nos Estados Unidos.

Finalmente, o custo é um conceito relativo, pois depende muito do nível de renda do cliente em potencial. A este respeito, a tecnologia assistiva tende a ser muito cara, considerando que a prevalência da pobreza, ou seja, a percentagem de pessoas com deficiência visual vivendo abaixo da linha de pobreza nos Estados Unidos é de aproximadamente um terço. Em todo o mundo, o problema persiste, com as pessoas com deficiência sendo as mais pobres entre os pobres.

1.2 Impacto Social e Confusão entre Valor e Preço

O alto custo relativo e absoluto da maioria das tecnologias assistivas afeta negativamente os cegos em múltiplos níveis. Além de restringir o acesso imediato a softwares e dispositivos, também pode ter consequências negativas mesmo quando o financiamento é obtido para adquirir a tecnologia necessária.

O modelo clássico na maioria das organizações sem fins lucrativos é solicitar financiamento de agências governamentais ou fundações, comprar equipamento e software, contratar um professor e oferecer treinamento para cegos. Essa abordagem rapidamente falha em seu objetivo maior de melhorar o acesso à educação e ao trabalho para cegos, já que assim que o treinamento é concluído fica claro que nem o cego, sua família ou escola, nem as empresas locais são capazes de pagar a tecnologia na qual o treinamento foi oferecido.

Quando ninguém na comunidade local pode comprar a tecnologia selecionada, isso também significa que mesmo a doação rara geralmente não é mantida ou substituída quando necessário. Como resultado, os custos com proteção contra vírus, backups e atualizações físicas, bem como manutenção e segurança, não podem ser absorvidos, e a tecnologia doada se torna progressivamente menos útil e os usuários cada vez menos produtivos. Computadores podem ter um impacto substancial na produtividade e na competitividade dos cegos, mas seu mau funcionamento também pode fechar as portas que tipicamente somente são abertas com grande esforço.

Em suma, a “melhor” tecnologia é um conceito relativo, e a escolha das opções mais caras raramente substitui uma análise cuidadosa das circunstâncias locais. Esta é a razão pela qual tantos projetos-piloto nunca são ampliados e tantas iniciativas fracassam assim que o financiamento externo termina.

2 A estratégia da F123

Muitas empresas tradicionais tentam centralizar o controle sobre tantos aspectos dos processos de produção, distribuição e manutenção de seus serviços e produtos, mesmo quando esse controle não é estritamente necessário para o bom funcionamento do produto, nem ideal para aumentar a eficiência global. Em outras palavras, há custos que são impostos artificialmente, que vão além do que seria necessário para fornecer o produto ou serviço, mas que são impostos exclusivamente como meio de aumentar os lucros a curto prazo. Às vezes, essas escolhas de negócios são chamadas de falhas de mercado, pois restringem a concorrência no mercado e aumentam os preços. No entanto, a F123 Consultoria adota uma abordagem diferente. Muitas de nossas escolhas tendem a ser uma reversão consciente dessas escolhas, a fim de garantir baixo custo, alta eficiência e grande longevidade para tudo o que fazemos.

2.1 Parceria em Massa para desenvolvimento e manutenção de software

O uso de software livre e de código aberto sempre esteve no centro da estratégia do F123 para obter o máximo possível de recursos escassos. A maior vantagem do código aberto não é sua vantagem de preço a curto prazo, mas sua estrutura de licenciamento e comunidade de desenvolvedores, o que torna possível alcançar cooperação ampla e generalizada sem a necessidade de contratos específicos de parceria entre todas as organizações ou indivíduos. Mesmo líderes do setor que tradicionalmente tentaram minar os avanços na adoção do modelo de desenvolvimento de código aberto, mudaram sua abordagem para trabalhar com esse grande segmento do mundo do software.

No contexto da acessibilidade digital para cegos, já existe ampla evidência do uso generalizado de software livre e de código aberto. O F123 suporta projetos como o NVDA, no entanto, a iniciativa F123Light procura abordar um conjunto diferente de necessidades entre os cegos que vivem em países em desenvolvimento.

2.1.1 Custo Revisitado

Embora uma iniciativa como o leitor de tela livre NVDA seja extremamente valiosa, a equipe do F123 está fazendo o que é possível realizar com computadores de custo ultra-baixo. O NVDA permite que pessoas cegas economizem milhares de dólares, já que não são mais obrigadas a comprar leitores de tela proprietários tradicionais caros, como o Jaws para Windows, mas ainda precisam absorver o custo do sistema operacional Windows, hardware potente o suficiente para executá-lo e custos relacionados, como software antivírus. Em outras palavras, os cegos ainda são forçados a lidar com isso e encontrar financiamento devido à estratégia de obsolescência programada de várias empresas, além do desgaste natural do hardware e da mudança tecnológica geral.

Nossa escolha de computadores baseados em processadores ARM, como o Raspberry Pi, deriva do fato de que eles tendem a ser muito mais acessíveis e ainda oferecem desempenho computacional suficiente, considerando nossas necessidades e opções de design. Especificamente, apesar do fato de estarmos usando um computador extremamente acessível, nosso dispositivo inicializa mais rápido que a maioria dos laptops convencionais e ainda permite que nossos usuários sejam produtivos e competitivos no uso de e-mail, editores de texto, planilhas e navegadores da web. A esse respeito, nossa decisão mais interessante foi enfatizar as interfaces baseadas em texto sobre a tradicional interface gráfica do usuário (GUI).

As interfaces gráficas tendem a exigir muito poder computacional para efeitos visuais que são totalmente irrelevantes para os cegos. Na verdade, a única vantagem da GUI para os cegos é o uso de menus, que apresentam ao usuário múltiplas opções, ao invés de exigir que ele digite comandos complicados na interface de linha de comando (CLI). No entanto, existem menus baseados em texto que nos permitem tornar o nosso ambiente baseado em texto tão amigável ou mais amigável do que qualquer interface gráfica que já testamos.

2.2 Opções de software e considerações sobre design universal

Em um mundo perfeito, todas as empresas de software adotariam os princípios do “design universal” e, além de nossa necessidade computacional mais eficiente e rápida, não haveria necessidade de nós trabalharmos com menus somente de texto. No entanto, tanto na área de trabalho quanto nas interfaces da Web, os cegos não são uma prioridade, mesmo para as empresas mais poderosas e ricas em recursos. Isso foi o caso nos anos 90 e ainda é o caso no século 21, mesmo em empresas em que se supõe ser o padrão-ouro em acessibilidade.

Muitas organizações e empresas alegam que não possuem os recursos ou experiência para oferecer softwares ou páginas da Web totalmente acessíveis, mas se mesmo as empresas mais bem-sucedidas não entregam produtos consistentemente acessíveis, a falta de recursos parece ser, no mínimo, uma explicação insuficiente. Outras vezes, alega-se que a legislação deveria ser melhor, mas é impossível regular corretamente as tecnologias que ainda não surgiram e é perigoso estabelecer restrições demais para as empresas, que podem perder sua liderança no mercado para concorrentes estrangeiros sem tais preocupações. Isso provavelmente explica porque muitas empresas de grande porte parecem lançar campanhas de acessibilidade somente depois de se estabelecerem como líderes em seu setor e precisarem buscar expansão no que consideram mercados de nicho, a fim de tentar sustentar o seu crescimento.

Em nossa opinião, os cegos, seus amigos e suas organizações devem manter seus esforços de pressão e defesa para garantir progresso contínuo (ou pelo menos impedir a regressão), mas não esperamos que tais esforços sejam, em média, mais poderosos que as pressões competitivas que as empresas enfrentam todos os dias, nem maior que a influência de tantos grupos aos quais os governos também devem responder. Em outras palavras, é provável que os padrões gerais observados nos últimos 30 anos persistam e a comunidade cega precisa ter um “plano B” melhor para suas necessidades computacionais mais básicas, se ela quiser manter a sua capacidade produtiva de forma consistente, financeiramente acessível, estável e disponível a longo prazo.

2.3 Software no núcleo da nossa estratégia

Como a nossa equipe não possui meios inovadores para pressionar por uma legislação nova e mais eficaz, nem melhor conformidade com as leis de acessibilidade já existentes, concentraremos nossas energias e criatividade para garantir que a funcionalidade computacional básica seja sempre acessível, eficaz e eficiente para a nossa comunidade. O objetivo não é encontrar uma solução perfeita nem inovar em inteligência artificial ou qualquer outra área da moda, mas utilizar o que é comprovado, acessível por décadas, e garantir que pessoas não-técnicas também tenham o luxo da resiliência num mundo em constante mudança do que é moda ou prioridade para líderes da indústria e governos.

2.4 Nossas escolhas de hardware

Dois importantes desafios enfrentados pelos projetos que querem facilitar o acesso de pessoas não técnicas aos benefícios do software livre e de código aberto são a distribuição e a instalação. A equipe do F123 está lidando com esses obstáculos ajudando pessoas cegas com inclinação técnica a apoiarem outras pessoas cegas menos técnicas e padronizando nosso trabalho em torno de plataformas de hardware específicas. Neste momento, nosso software foi desenvolvido para funcionar com o Raspberry Pi 3 Modelo B+.

É claro que nosso software pode e tem sido usado em outros computadores, mas a decisão de padronizar o Raspberry Pi 3 Modelo B+, que é suficientemente poderoso para o uso produtivo de aplicativos baseados em texto, economiza muito tempo e esforço da equipe de desenvolvimento e dos nossos usuários. Problemas com drivers de software são resolvidos mais facilmente, o teste é mais simples, a distribuição é eficiente e a ajuda potencial de atuais usuários desses dispositivos já existe em todo o mundo.

Como a acessibilidade financeira extrema é absolutamente essencial, cada peça selecionada para uso em nosso projeto é produzida e distribuída em todo o mundo em massa. Além do computador Raspberry Pi, também usamos:

Este é o disco rígido do computador.

Peças que protegem a placa de circuito e ajudam a resfriá-la.

Permite conectar o computador à tomada elétrica.

Existem muitas versões desta parte. Esta é geralmente usada para recarregar telefones celulares, mas podemos usá-la para alimentar o computador F123Light por muitas horas.

Esse item é usado para fazer backup do conteúdo da memória MicroSD, que é o equivalente ao disco interno do computador. O pendrive deve ter a mesma quantidade de memoria ou uma quantidade superior ao cartão MicroSD.

Há, é claro, teclados e fones de ouvido Bluetooth, com uma ampla variedade de preços e confiabilidade, mas, de acordo com nossa experiência, nenhum deles é tão durável, barato, e fácil de encontrar e manter quanto os originais tradicionais com fio.

Na verdade, há uma exceção à regra de usar apenas peças amplamente disponíveis e essa é a bolsa do computador. Essa parte é muito útil, mas, ao mesmo tempo, em situações onde a importação da mesma é dificultada, a bolsa pode ser considerado algo opcional. De todas formas, qualquer pessoa ou organização com experiência em trabalhar com têxteis deve ser capaz de fazer uma bolsa para o computador, e já ouvimos falar de usuários carregando seu computador F123Light em sacolas plásticas de supermercado.

Finalmente, o que reúne tudo isso e torna este dispositivo tão útil é o nosso software F123Light, que combina uma ampla variedade de softwares gratuitos e de código aberto, muitos desenvolvidos, mantidos e usados por organizações grandes e pequenas para finalidades que geralmente não têm nada a ver com cegueira. Em outras palavras, projetamos todo o projeto para minimizar os custos e maximizar a produtividade, a sustentabilidade, a descentralização e a longevidade dessa tecnologia.

3 Sobre a Versão Mais Recente

3.1 Baixar

Esta versão ainda é código alfa, o que significa que está ainda em desenvolvimento e possui importantes problemas e limitações.

Temos um só arquivo de instalação para todos os idiomas disponíveis, mas nem todas as traduções encontram-se igualmente completas. Há bastante trabalho a ser feito e qualquer auxílio é muito bem-vindo.

Você encontra o arquivo de imagem comprimido aqui: https://public.f123.org

Incluímos também a assinatura sha1sum do arquivo de imagem, para que você possa verificar a integridade do arquivo após baixá-lo. Note por favor que a imagem está comprimida com o formato xz, que é mais eficiente que o formato zip. Você encontra informações sobre como descomprimir arquivos xz aqui.

3.1.1 Na Primeira Vez que Ligar o Computador

Durante a primeira vez que você inicializar o computador, o software vai auto-expandir a partição e o sistema de arquivos para corresponderem ao tamanho do cartão Micro-SD, logo pode levar um minuto e meio ou mais para o computador Raspberry Pi 3B+ estar pronto. As próximas inicializações serão mais rápidas, cerca de 30 segundos.

3.1.2 Nome de Usuário e Senhas Padrão

O nome de usuário padrão é: f123

A senha de usuário e administrador padrão é em minúsculas: f123

O nome de host é (em minúsculas): f123light

Usuários avançados podem facilmente criar imagens com a senha de WiFi e outras já configuradas para valores personalizados. Informações sobre imagens personalizadas encontram-se aqui.

3.2 Queimando/Gravando o Arquivo de Imagem do F123Light no cartão Micro-SD

Uma vez que tenha baixado e verificado a integridade da versão comprimida do arquivo de imagem, você tem que descomprimir esse arquivo e gravar ou queimá-lo no cartão micro-SD que vai usar no computador Raspberry Pi. Recomendamos que use um cartão micro-SD com pelo menos 16 Gb de tamanho, mas um cartão de 8 Gb também deve funcionar, embora vá sobrar pouco espaço para seus próprios arquivos.

Usamos as expressões “gravar” ou “queimar a imagem” porque não se trata da mesma coisa que transferir o arquivo copiando e colando. Embora haja várias maneiras de “gravar” a imagem no cartão, já ouvimos falar bem dos aplicativos Etcher e Rufus. O Etcher parece funcionar bem em Windows, Mac e Linux, enquanto o Rufus funciona bem em Windows.

Vale mencionar também que queimar uma imagem não o impede de reformatar ou queimar outras imagens no cartão SD futuramente. Em outras palavras, embora o pessoal use a palavra “queimar”, o processo não é permanente. É apenas outro método de salvar temporariamente um arquivo.

3.3 Atualizando o F123Light

No “Menu Principal”, existe um submenu chamado “Configurações” que contém uma opção que torna fácil atualizar o sistema, chamada: “Verificar Atualizações do Sistema”

Graças a essa opção, geralmente não é necessário gravar uma nova imagem ou usar comandos complicados sempre que uma nova versão do F123Light estiver disponível. Porém, recomendamos que você fique em contato com nossa equipe, pois neste estágio do projeto, às vezes as versões novas são experimentais e não são recomendadas a todos os usuários.

Se você for um usuário orientado para o técnico ou avançado em computador, talvez deseje explorar as opções mais avançadas descritas em nosso guia técnico.

4 Funcionalidade Básica - Uma Introdução

Nesta seção, descreveremos os comandos e atalhos que você pode usar para operações rotineiras no F123Light. Como o sistema está em rápido desenvolvimento, pode haver momentos que a documentação não corresponda perfeitamente à versão mais recente do software. Caso você encontre dificuldades, por favor nos informe por meio de uma das nossas listas de discussão.

4.1 Introdução ao Editor de Textos

O editor de textos padrão do sistema F123Light se chama Nano. Ele é pequeno em tamanho, rápido, fácil de usar e rico em recursos.

As teclas de atalho ou associações de teclas usadas na versão do Nano do F123Light foram modificadas, de modo que qualquer um que tenha usado um editor em Windows ou outras interfaces gráficas de usuário (GUIS) se sentirá em casa ao usá-lo.

Você notará também que, para algumas funções, estão disponíveis mais de uma tecla de atalho. Isso é porque, dependendo de qual editor use com mais freqüência, você pode por exemplo fechar um documento com Ctrl+W ou talvez com Ctrl+Q. Como ambas combinações funcionam na versão do Nano do F123Light, provavelmente poderá continuar simplesmente usando o que já está acostumado.

Segue uma lista de atalhos. Lembre-se: Pode usar também o sistema de menu virtual do Fenrir (Insert+F10) se ficar perdido ou não conseguir lembrar de alguma coisa:

Note por favor que o editor Nano às vezes chama arquivos de “buffers”. Você pode considerar buffer a mesma coisa que arquivo. A única razão que o termo é usado é porque ele se refere a informações que residem na memória e podem não ter ainda sido salvas em disco.

Caso esqueça qualquer um destes comandos, pode sempre encontrar este texto no Menu Virtual (Insert+F10), no menu “Ajuda”, em “Sobre o Nano”.

4.2 Alternância Rápida de Idioma

Caso saiba mais de um idioma, pode alternar rapidamente entre elas com o Fenrir. Pressione a tecla de script do Fenrir. a tecla de Script é a tecla Super, localizada entre as teclas control e alt esquerdos. Ela pode conter o logotipo do Windows desenhado.

Para adicionar um novo idioma, ou remover um, abra “Configurar alternância rápida de idioma” localizada no menu “Configurações”.

4.3 Obtendo Assistência Remota

Caso esteja sem saber o que fazer, ou estragou alguma coisa e não consegue descobrir como concertar, um dos membros de nossa equipe talvez consiga ajudá-lo. Caso vá para o menu Ajuda e selecione “Solicitar ajuda remota para meu computador”, será aberto um pedido de ajuda para a equipe do F123.

Para obter ajuda, simplesmente escreva uma breve descrição do problema que você tem. Para enviar a solicitação, digite um . sozinho numa linha.

Note por favor que o serviço é experimental no momento e não está ainda disponível 24 horas por dia, e no momento está disponível apenas em Inglês. Num futuro próximo, daremos em nossas listas e blog mais detalhes sobre opções de horas e idiomas.

4.3.1 Nota Importante sobre a Assistência Remota

Solicitar assistência remota dará a um membro da equipe acesso total ao seu computador. Tudo que o usuário root pode fazer fica disponível para o pessoal de suporte que responde a seu pedido de assistência. Você pode solicitar um log de tudo que foi feito na seção de ajuda.

5 Onde Encontrar ou Oferecer Ajuda

5.1 Nossas Listas de E-mail

Se apenas deseja receber notícias ocasionais do projeto, assine a nossa lista de anúncios. Planejamos enviar mensagens a essa lista uma vez por mês ou menos.

Aqueles que desejam comunicar comnosco por meio de redes sociais, devem saber que raramente a nossa equipe usa redes sociais. É muito mais efetivo participar de uma de nossas listas acima, ou enviar um e-mail direto à nossa equipe. Mensagens em português podem ser enviadas a esse endereço, em espanhol a esse endereço, e em inglês a esse endereço.

A versão desse documento é: 19.02.20